QUEIMADAS | Programa Cidade Limpa intensifica ações educativas e promete fiscalização e punição rigorosas

242

A prefeitura de Jataí está intensificando as ações preventivas e agindo com maior rigor na fiscalização e na aplicação das penalidades cabíveis contra quem causar focos de incêndio, tanto em áreas públicas quanto particulares, para tal, a administração municipal conta com a parceria do Ministério Público Estadual e do 13° Batalhão de Bombeiro Militar.

As ações da Secretaria de Meio Ambiente dão destaque especial à conscientização popular com o intuito de evitar o surgimento de focos de incêndio que podem, a exemplo do que ocorreu na cidade em 2017, causar tragédias ambientais, com prejuízos materiais, danos à saúde e até mortes de animais e de humanos.

Como primeira ação de conscientização, placas indicativas foram afixadas em vários pontos da cidade, como nas imediações da sede da secretaria, também do batalhão do Exército, sede do Corpo de Bombeiros e no Parque Brito. A população pode fazer denúncias de focos de incêndios através dos telefones 3632-4064 e 3632-4099. O setor de Fiscalização da secretaria vai apurar, com rigor, todas as denúncias recebidas e aplicar as sanções e multas previstas em lei, quando for o caso.

Dentro do Programa Cidade Limpa, a Secretaria de Meio Ambiente também está promovendo uma fiscalização rigorosa para coibir o acúmulo de entulhos e lotes malcuidados que, em dias com clima muito seco e umidade do ar muito baixa, acabam sendo vulneráveis à incêndios. A secretaria já providenciou aceiros em diversas áreas públicas e estuda a realização de uma nova oficina de construção de abafadores.

Apenas 1% dos incêndios que ocorrem não são causados por pessoas. Apesar de estarem cientes dos grandes problemas que as queimadas causam, todos os anos, neste período seco, pessoas continuam colocando fogo em pastos e lotes urbanos, queimam lixo no quintal, continuam jogando guimba de cigarro nas estradas e vias públicas, dentre outra ações inconsequentes que resultam nas queimadas, aumentando a vulnerabilidade para tragédias ambientais e até sociais.