Superintendência de Trânsito realiza vistoria em veículos do transporte escolar urbano

380

Na semana passada, a Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) encerrou as vistorias dos veículos destinados ao transporte escolar urbano que havia começado no fim de janeiro e que teve por objetivo garantir que os fornecedores desse serviço na cidade trafeguem de maneira a obedecer a legislação vigente no País e a garantir a segurança dos passageiros.

Dos 31 veículos cadastrados junto à superintendência de Trânsito como sendo de transporte escolar urbano, 28 procuraram a SMT para a vistoria semestral de rotina (realizada com base na Portaria nº 023 de 2012 do Detran/GO, que aponta detalhes da vistoria do veículo e a Lei Municipal nº 2.058 de 14 de dezembro de 1998, que diz respeito à autorização de prestação de serviço do transporte coletivo urbano remunerado) que avalia itens como: presença e funcionamento de cintos de segurança; validade e carga do extintor; presença de macaco, triângulo, chave de roda e martelo quebra vidro; largura das janelas; estado de conservação dos pneus, presença e conservação de limpadores de parabrisas; funcionamento da parte elétrica (luz de freio e de ré, pisca alerta, farol -luz baixa e luz alta -; lâmpadas de posição); presença do tacógrafo (equipamento que registra informações como velocidade e quilometragem) e ainda, condições de higiene e conforto.

Na oportunidade, todos os veículos que passaram pela vistoria receberam o selo de conformidade que garante o exercício da atividade durante o primeiro semestre do ano de 2018, item que precisa ser observado pela população ao contratar esse tipo de serviço e que pode ser encontrado afixado no parabrisa do veículo.

Além disso, segundo Alfredo Gori, superintendente municipal de Trânsito, é importante que a população solicite ao condutor carteira que comprove que ele é habilitado para conduzir esse tipo de veículo.

O veículo que não possuir o selo atualizado que comprove vistoria recente, poderá ser retido no estacionamento da SMT e o condutor poderá ser autuado com multa de natureza grave. Além disso, o condutor que não se encontrar devidamente registrado e qualificado para a atividade também poderá ser punido.

Veículos e condutores ainda não cadastrados junto à SMT devem procurar a coordenadoria de cadastros, registros e vistorias, localizado na sede da superintendência, o mais rápido possível, para a devida regularização.

Vale ressaltar ainda que o recadastramento de condutores é feito anualmente também na seda da SMT.